Filosofia da Libertação
Associação Sul-Americana de Filosofia e Teologia Interculturais

 

 

   
 

Convencidos de que nem a filosofia nem a teologia latino-americanas em geral, apesar de seus inegáveis e importantes avanços na contextualização de suas reflexões, alcançou a total imersão intercultural e inter-religiosa que requer a diversidade cultural e religiosa de Abya Yala, um grupo de filósofos e filósofas, bem como de teólogos e teólogas, reunidos em Canoas, RS, Brasil, por ocasião do Primeiro Seminário Internacional sobre Filosofia Intercultural e os desafios da globalização, decidiu, em assembléia constituinte, realizada no dia 20 de maio de 2003, fundar a “Associação Sul-Americana de Filosofia e Teologia Interculturais” (ASAFTI).

Com esta nova organização pretende-se revitalizar o movimento libertador que há quase 35 anos vem promovendo a reflexão filosófico-teológica do Continente, centrando-o no diálogo e na promoção da pluralidade filosófica e teológica latino-americana. O objetivo fundamental da ASAFTI é fomentar o diálogo e intercâmbio da América Latina com sua própria diversidade.

Sua estrutura organizativa é a seguinte:
Presidente: Dina V. Picotti, Buenos Aires
Vice-presidente: Neusa Vaz, Porto Alegre
Secretário: Antonio Sidekum, São Leopoldo
Vice-secretária: Vanildo Luiz Zugno, Canoas
Vogais: Carlos Cullen, Buenos Aires
Diego Irarrázaval, Puno.
Luis Carlos Suzin, Porto Alegre
Maurício Langón, Montevidéu
Ricardo Salas, Santiago do Chile.

Áreas temáticas:
1. Culturas ameríndias;
2. Culturas afro-americanas;
3. Culturas ibero-americanas;
4. Culturas imigrantes;
5. Culturas emergentes.

A ASAFTI tem sua sede legal no Departamento de Filosofia do Centro Universitário La Salle, em Canoas, Brasil.

O endereço para contatos e informações é: sidekum.sle@terra.com.br

 

   
 


Início / Ao portal da Agenda / Textos'2005