Um mundo sem tortura é possível

ACAT: Ação dos cristãos para a abolição da tortura

 

   
 

É possível chegar a acabar, um dia, o chicote da tortura? É muito difícil, exceto se conseguir que a população se conscientize massivamente contra a tortura. E por que isto é tão difícil? Porque levamos para dentro das pessoas o germe da tortura, e todos podemos, algum dia, em determinadas circunstâncias, chegar a ser torturadores. Por exemplo:


• Soldados franceses nos anos 50, chegados à guerra da Argélia, cometem atos que nunca haviam acreditado serem capazes de realizar;
• O mesmo, porém no regime de Pinochet no Chile, onde pais de família, corretos com suas esposas e filhos, chegaram a ser torturadores em seus trabalhos;
• Por qual estranha razão um membro da Resistência Francesa, que viveu perto de assassinatos de cidadãos executados por soldados alemães em 1944, pôde, em 1955, na Argélia, ele ordenar o mesmo assassinato de cidadãos árabes?


É possível um mundo sem torturas? Claro que é possível! Porém, em primeiro lugar é necessário mudar o “chip” da população. Os governos dominam os meios de comunicação, difundem a idéia de que a tortura é mal, mas não é tanto quando se aplica aos “inimigos”. Fazer acepção aos Direitos Humanos é o primeiro objetivo da ACAT e das ONG’s que lutam pela abolição da tortura.


O dia em que os governantes souberem dialogar com os grupos de oposição, e primeiro realizem as consultas e o diálogo popular no lugar das imposições, não será mais necessária a tortura como meio do governo para reduzir seus opositores ou para arrancar confissões.


O dia em que os cidadãos e cidadãs forem capazes de reagir contra a tortura de uma maneira massiva e escutarmos mais as pessoas presas que denunciam as torturas (os governantes sempre negam que aconteça em seus serviços de segurança), terá iniciado a erradicação da tortura.


As torturas, como a guerra, são, talvez, as cicatrizes mais perversas a erradicar.


Emili Chalaux, Presidente da ACAT – Catalunha/Espanha.
ACAT, Ação dos Cristãos para a Abolição da Tortura, é uma associação ecumênica pela abolição da tortura e das execuções capitais. A ACAT-Catalunha/Espanha é membro da Federação Internacional da ACAT, que tem estatuto consultado perante a ONU, e Conselho da Europa e a Comissão Africana dos Direitos dos Homens e dos Povos.
Traduzido por Mauro Kano, 7 de julho de 2003.

http://acat.pangea.org

http://www.fiacat.org

   
 


Inicio / Al portal da Agenda / Textos'2004